Ser bagunceiro(a) pode te ajudar no trabalho - Minds English School - O inglês de verdade!
Minds English School - Minds Idiomas

Ser bagunceiro(a) pode te ajudar no trabalho

Ser bagunceiro(a) pode te ajudar no trabalho
Pesquisas comprovam que a bagunça criativa traz inovação para os negócios. 
Listamos 4 dicas para ser um bagunceiro consciente

Divulgação

Já ouviu a frase - É no caos que encontramos a ordem - de Alpheu Mattos? O autor tem razão nesse pensamento. Essa "ordem"está ligada a criatividade. Segundo um estudo divulgado na ScienceDaily, canal de ciência mundialmente conhecido, para aguçar a criatividade das pessoas é necessário um ambiente um pouco caótico e que faça com que esse indivíduo saia da sua zona de conforto.

A pesquisa foi desenvolvida pela Doutora Kathleen D. Vohs da Universidade de Minnesota, Estados Unidos, e consistiu no recrutamento de 48 participantes. Algumas dessas pessoas foram colocadas para trabalharem em ambientes bagunçados e outras em locais organizados. Ao final, os grupos precisavam propor soluções para a seguinte questão: Uma empresa de bolas de ping-pong necessita pensar em novos usos para o objeto. Proponha quantas ideias vocês tiverem para isso. O resultado foi surpreendente, pois ambas turmas apresentaram a mesma quantidade de soluções, porém o grupo que exerceu a atividade no ambiente caótico foi mais criativo nas soluções em 28%. Essa porcentagem foi comprovada por pesquisadores da Universidade de Northwestern. 

É importante ressaltar que Kathleen Vohs comprovou que os efeitos da ordem visual existe para quem precisa ser criativo/inovador, porém nada tem a ver com sujeira. Sujeira é diferente de bagunça. 

A bagunça criativa estimula a tomada de decisão mais arriscada, ou seja pode ser ideal para um brainstorm e/ou desenvolvimento de novos produtos, entretanto para as atividades que precisam de foco e produtividade, a organização é primordial.  

"Um ambiente organizado é importante para por em prática a inovação que veio do caos. Ou seja, do ambiente desordenado. E isso não tem a ver com o nicho que a empresa atua. Na era tecnológica que vivemos precisamos do processo criativo em todas as áreas”, explica Fabiano Castro, especialista em carreiras e Diretor da Minds que colocou na rede de idiomas os dois tipos de perfis. 

Na rede de idiomas, Minds English school, há esse tipo de gestão direcionada. As escolas têm os seus espaços destinados a troca de experiência e para proporem ideias. E também tem os ambientes para preparar as aulas, se concentrar e cuidar da parte administrativa. Demorou cerca de um ano para por em prática nas 70 escolas da rede. Já que a rede trabalha no sistema de franchising e unificar o que dar certo é uma prioridade.

Para ajudar você a pensar fora da caixa, o especialista em Carreiras e Diretor da Minds Idiomas, lista 4 ações simples para ser um bagunceiro(a) consciente e ter mais criatividade no dia a dia:

1) Mude os objetos de lugar da sua mesa de trabalho

Algo simples e eficiente. Para o cérebro exercer novas conexões neurais é preciso ter estímulos visuais diferentes. Por isso, mudar os itens da mesa que trabalha já faz diferença e ajudará você a pensar diferente.

2) Exerça, se possível, o  seu trabalho em um ambiente diferente do usual

Não são todas as empresas que permitem, mas muitas estão aos poucos liberando o Home office uma vez por semana. Seja nesse dia que a empresa liberar ou se você tiver uma flexibilidade maior busque locais diferentes para trabalhar. Ideias, troca de experiência com outras pessoas, e até o trajeto novo para ir ao local escolhido podem fazer a diferença na hora de ter uma grande ideia.

3) Sente ao lado de um colega de trabalho e conceda 1 hora do seu tempo (semanalmente)

A ideia aqui é você sentar e observar um colega de preferência de outra área enquanto ele trabalha. Faça isso após o expediente. Absorver outras informações e até o método de trabalho do outro pode lhe ajudar nas suas tarefas do dia a dia. E a melhorar processos como um todo da empresa. Quantas pessoas você já viu fazendo isso? A ideia pode parecer bagunçada e é justamente por isso que ele dá certo.

4) Altere a ordem das atividades do seu dia

É normal em qualquer função criarmos uma rotina das tarefas que temos para entregar no dia e semanalmente. Claro que temos as que são prioridades, mas nas demais tente trocar a ordem que as executa. É como aprender um idioma, o seu cérebro é “forçado"a pensar de uma outra forma. Isso gerará novos fluxos e processos no seu dia a dia.

“ Pensar fora da caixa pode ser sinônimo de mudar as coisas do escritório de lugar. Ambiente como o Google e diversas startups já entenderam isso, e muitas adotaram o modelo horizontal em que há troca entre todos os setores. Aprendemos com o caos do outro e com o nosso próprio caos. Essa é a essência da psicologia da bagunça e talvez uma solução para o que as empresas tanto almejam: colaboradores unidos e únicos” finaliza Fabiano Castro, Diretor Nacional da Minds.
 

< Voltar

REDES SOCIAIS


CURTA NOSSA
FAN PAGE E SAIBA
DE TODAS NOVIDADES
DA MINDS